Iluminação em lojas

O comércio pode ser considerado umas das primeiras atividades que o homem já criou, tudo sendo baseado em trocas de mercadorias por outras.

Hoje, ela continua sendo uma atividade essencial, que ocorrem em todos os lugares e a todo momento,  não só em grandes shoppings.

Mas você já parou para pensar o quanto a iluminação de uma loja cativa o consumidor?

Em um ambiente comercial de loja, o sistema de iluminação pode ser responsável por mais de 70% do consumo energético.

Para se iluminar uma loja, inúmeros fatores precisam ser analisados e levados em consideração, entre eles se destacam: público alvo, localização, iluminação externa (natural ou artificial) e incidência solar. Infelizmente, muitos projetistas só levam em consideração o público-alvo.

Para uma loja de departamentos, por exemplo, leva-se em consideração um estilo de iluminação, para uma joalheria outra. Em uma loja de departamentos a iluminação geral e difusa resolve muito bem, porém uma joalheria necessita de iluminação de destaque, principalmente nos diamantes para que eles brilhem com muita intensidade.

Porém, ambos precisam seguir algumas diretrizes para serem esteticamente bonitos e apresentar boa perfomance energética.

Atualmente as lojas de roupas tem adotado novos padrões de iluminação, até pouco tempo atrás essas lojas praticamente trabalhavam com iluminação geral, pouquíssimos pontos de destaques, técnicas de banho de luz em paredes, com o foco da lâmpada bem próxima à superfície dela com o objetivo de destacar texturas, conhecidas como wall washing, eram praticamente impossíveis de serem vistas. 

Porém, nesses últimos anos com o crescimento da utilização de LED’s, esses projetos têm se modernizado. Hoje em muitas lojas já é possível ver produtos em destaque em pontos estratégicos do ambiente, com iluminação dirigida e com intensidade maior do que no restante do ambiente. Algumas marcas tem usado luz de destaque para enfatizar a logomarca em paredes, outras tem preferência em trabalhar com cores fortes e texturas junto com a luz para criar atmosferas de conforto na loja, em busca de aumentar o tempo que o cliente fica no ambiente comercial.

Infelizmente, muitas marcas tem criado projetos de iluminação sem contar com um lighting designer, dessa forma os projetos acabam ficando estranhos, ou com a iluminação totalmente distante da temática da loja. Também fazem uso de lâmpadas de baixa qualidade, principalmente as de vapor metálico com quartzo, que tendem a ficar esverdeadas com o passar do tempo.

Para se ter uma iluminação legal e com propósito em sua loja, consulte um lighting designer que ele lhe auxiliará em busca de lindos e funcionais projetos. E não esqueça de fazer manutenções regulares em seu sistema de iluminação.

A Eazy Light poderá lhe auxiliar, qualquer dúvida entre em contato conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Iluminação em lojas

O comércio pode ser considerado umas das primeiras atividades que o homem já criou, tudo sendo baseado em trocas de mercadorias por outras.

Hoje ela continua sendo uma atividade essencial, elas ocorrem em todos os lugares e a todo momento. Não só apenas em grandes shoppings.

Mas você ja parou para pensar, o quanto a iluminação de uma loja cativa o consumidor?

Em um ambiente comercial de loja, o sistema de iluminação pode ser responsável por mais de 70% do consumo energético.

Para se iluminar uma loja, inúmeros fatores precisam serem analisados e levados em consideração, entre eles alguns se destacam: público alvo, localização, iluminação externa (natural ou artificial), incidência solar entre outros. Infelizmente, muitos projetistas só levam em consideração o público alvo.

Para uma loja de departamentos leva-se em consideração um estilo de iluminação, para uma joalheria…. outro.

Porém ambos precisam seguir algumas diretrizes para serem esteticamente bonitos e apresentar boa perfomance energética.

Vou falar um pouco dos novos padrões de iluminação para lojas de roupas. Atualmente esse padrão de loja têm sofrido bastante evolução em relação aos projetos luminotécnicos. Até pouco tempo atrás essas lojas praticamente trabalhavam com iluminação geral, pouquíssimos pontos de destaques, tecnicas como wall washing eram praticamente impossíveis de serem vistas.

Porém nesses últimos anos com o crescimento da utilização de LED’s, esses projetos têm se modernizado. Hoje em muitas lojas já é possível ver produtos em destaque em pontos estratégicos do ambiente, com iluminação dirigida e com intensidade maior do que do restante do ambiente. Algumas marcas tem usado luz de destaque para enfatizar a logo marca em paredes, outras tem preferência em trabalhar com cores fortes e texturas junto com a luz para criar atmosferas de conforto na loja, em busca de aumentar o tempo que o cliente fica no ambiente comercial.

Infelizmente muitas marcas tem criado projetos de iluminação sem contar com um lighting designer, assim os projetos acabam ficando estranhos, ou com a iluminação totalmente distante da temática da loja. Além da utilização de lâmpadas de baixa qualidade, principalmente as de vapor metálico com quartzo, que tendem a ficar esverdeadas com o passar do tempo.

Para se ter uma iluminação legal e com propósito em sua loja, consulte algum lighting designer que ele lhe auxiliará em busca de lindos e funcionais projetos. E não esqueça de fazer manutenções regulares em seu sistema de iluminação.

A Eazy Light poderá lhe auxiliar, qualquer dúvida entre em contato conosco.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *